Renúncia

"Se alguém vier ter comigo e não me tiver mais amor do que ao pai, à mãe, à mulher, aos filhos, aos irmãos e às irmãs e até a si próprio, não pode ser meu discípulo. E aquele que não quiser pegar na sua cruz e vir comigo, também não pode ser meu discípulo." Lc 14:27,28

Sempre achei estas palavras de Jesus muito fortes.

Pregamos que a Salvação é grátis, fácil, é só aceitar, apenas crer.

Realmente a Graça é algo imerecido mas não é algo que eu possa aceitar de ânimo leve.

O cristianismo fácil faz-me confusão. Faz porque ao olhar para Jesus, Ele pede um preço muito alto a todo aquele que quer ser seu discípulo. E quem não quiser pagar esse preço não pode ser seu discípulo.

Simplesmente não pode.

Eu até posso ir ter com Jesus e procurá-lo, mas se eu não estiver disposta a pagar o preço de ter um amor a Ele que é O maior e mais importante para mim, eu não posso ser discípula dele.

Não é em vão que Jesus diz que aquele que o quer seguir deve ponderar bem o que é necessário e se está disposto a isso. Porque há uma cruz a carregar, a cruz que faz com que sejamos identificados com Jesus. A cruz que faz com que eu seja um com Ele.

Estas palavras de Jesus doem-me. No fundo do meu coração. Mas é uma dor inferior à alegria que eu posso sentir de estar a amá-Lo mais.

Jesus pede-me que eu esteja disposta a entregar algo que é muito precioso para mim simplesmente nas Suas mãos. E confiar. Somente. Se eu não der esse passo, eu não sou sua discípula. E só Ele sabe o quanto eu desejo ser sua discípula.

Eu sou como uma criança aos olhos dele. Vejo que Ele me pede uma coisa de cada vez. Ele olha para mim e diz:

"Sim, Paula, agora já estás pronta para dar mais um passo no teu crescimento. Vai, força! Enquanto não deres esse passo, não estarás pronta a avançar. Entrega e confia."

Se eu quiser seguir os Seus passos, andar onde Ele andou, tenho de ter um amor maior a Ele do que a qualquer coisa.

4 comentários:

Helder disse...

Amén,
Nada se pode comparar ao Amor de Deus.
Sou muito pequeno e imaturo(diante de Deus quero ser sempre pequeno..), mas Deus todos os dias me ensina mais e mais acerca dele mesmo , e o que mais me anima é conhecer o amor de que falas.
Obrigado Paula por partilhares o teu coração e ensinares tanto.
Que a graça de Deus esteja contigo.
Em Cristo,
Helder

bete pereira da silva disse...

Sim. Eu me sentia, antes, apoiada como num imenso bloco de gelo. A medida que minha experiência com Cristo ia avançando, eu ia sentindo esse bloco quebrando. Teve um dia em que eu tinha só o espaço para os pés. Até que chegou o dia em que não havia apoio nenhum, e eu me lancei no mar da fé. Nesse mar, as vezes eu não tenho apoio nem da bíblia, nem da oração. Mas sinto que estou em Deus.

Andrea disse...

Ao ler-te só consegui sorrir.

Deixo-te aqui o meu amor e a minha satisfação por poder acompanhar nesta vida os teus passos de maturidade. É muito edificante! Deus seja contigo em todas as coisas!

Cachopa disse...

=)
voltei a blogoesfera :P
bjus
tx