Lugar de nascentes


"Que eles façam correr torrentes no vale e façam dele um lugar de nascentes e que Deus o cubra de cisternas." Sl 84:7

Ao meditar neste Salmo, num lugar muito especial para mim, um lugar secreto de encontro com Deus, fui profundamente edificada com as palavras de quem o escreveu, mas o meu coração ficou como que "parado" neste verso.

Esta realidade é muito forte!

Do vale podem surgir torrentes, este pode ser transformado num lugar cheio de nascentes! Por quem? Pelos que vivem na Sua intimidade, pelos que O conhecem MESMO, pelos que desejam, a cada instante em que inspiram e expiram, inspirar o próprio Espírito Santo, aquele que está dentro de nós mas também mesmo ao nosso lado.

Há uma pessoa íntima do Pai que sai da Sua presença contaminado com a Sua Glória e, simplesmente, começa uma caminhada. Uma caminhada sem planos, sem projectos, sem leis, sem regras, sem normas a não ser o vento do Espírito. Assim é aquele que nasce do Espírito. Não sabe de onde vem nem para onde vai.

Essa pessoa vai andando, descontraidamente, e sem notar, no lugar das suas pegadas vão nascendo flores da terra seca. Porquê? Porque no terreno seco as suas pegadas produzem água. E a cada passo que vai dando, vai produzindo cada vez mais água, água, água.

O vale em que caminha é transformado diariamente num lugar de nascentes, pela própria Glória de Deus que a pessoa carrega. E um lugar de nascentes é o início de diversos cursos de água, água essa que pode produzir VIDA.

E vem Deus e faz o quê? *sorrisos*

Constrói cisternas! Para quê? Para que essa água não se perca, seja armazenada. Para que o efeito que as pegadas do amigo de Deus produzem seja profundo, vá às raízes de quem é atingido por essa mesma Glória.

Quem tem ouvidos para ouvir ouça! Eu quero ouvir!

4 comentários:

Andrea disse...

Gostei muito de te ler.
A primeira palavra que veio à mente enquanto te lia foi: Entendimento! as segundas foram: Gerou vida!

Louvo a Deus porque Ele anda a "agitar as tuas águas" de uma forma mais profunda. Eu sinto isso e isso alegra-me produzindo algo que tu maninha conheces bem, os sorrisos. Sorrisos carregados de Deus!

Um abracinho grande! Também gosto de te amar, e muito!

Paula disse...

Olá princesa,

Sorrisos carregados de Deus... são os melhores sorrisos do mundo!

Mais uma vez, sentiste bem! Corresponde.

Um beijinho grande

Lou Mello disse...

Nossa! Fui abandonado pelo Jardim Fechado. Que pena. Snifffff.... Mas serei fiel até o fim.

Paula disse...

Lou,

Hehe, não abandonei a gruta, ao contrário do que pensas, apenas a visito sem comentar, mas muitas vezes de lá saio com o coração cheio, acredita ;)

Abraços