Páscoa sem Igreja

E foi uma das Páscoas mais abençoadas...

A sós porque, enquanto decorria o culto nas instalações da "Igreja" que frequento, eu não estava lá... estava do lado de fora, com a minha filha nos braços, com dores, a dormir.

Gostei muito, pois pude estar só eu e Aquele que morreu e ressuscitou, não o Cristo que pregam mas o Cristo que ando a conhecer, dia após dia.

Pude falar com Ele, pude ser abençoada pelos pássaros que voavam à minha frente, pelo vento que batia nas árvores e fazia aquele som tão apaziguador.

Ao mesmo tempo que vivia um momento íntimo com o meu Amado, ouvia ao longe a música, os cânticos, as pessoas vazias, cheias de problemas, sem discernimento acerca de Deus, mas ali... sem saber o que estavam a fazer, sem encontrar uma solução VERDADEIRA para as suas vidas, sem experimentar um amor tão belo...

É assim a maioria dos crentes de hoje em dia... Tristes, abatidos e apáticos, porque a IDEIA DE CRISTO não muda ninguém, por mais que nos esforcemos. Só o relacionamento REAL com Ele. Mas por mais que se fale de relacionamento, quando alguém fala da forma real como Deus se manifesta, quase todos estranham e criticam. Simplesmente porque essas pessoas não estão habituadas a Deus relacionar-se.

Com todas estas coisas ardendo no coração, orei... orei por aquelas pessoas e Deus confirmou no meu coração: "Sim, eu estou a avivar pessoas."

O engraçado foi que, passado umas horas, estive com um crente que me disse: "Não há avivamento!"

Para mim, foi mais do que uma confirmação de que Deus está a avivar pessoas e a revelar-se de verdade. A oposição só acontece quando algo é real.

2 comentários:

Andrea disse...

Só posso sorrir, sorrir muito.

Querida mana o meu coração salta de alegria com as palavras que li, pois além de te conhecer e poder afirmar que a tua vida testemunha esse relacionamento que tens com o nosso Paizinho, eu própria posso identificar-me com o que falas. É alegria a dobrar. E sim mana, estamos a ser colaboradores do Senhor no Avivamento.

Beijoca doce para alguem que eu amo profundamente.

Noemi disse...

Olá Paulinha, o nosso Deus é Espetacular não é?
Quando aprendemos a relacionar-nos com Ele...é mesmo bom!!
É libertador!!
E o mais giro é que é Ele que nos mostra como nos relacionar com Ele!! E nos vai ensinando!
Aquilo que mais ninguém nos pode ensinar. Mesmo que saibam muitas coisas e tenham muuuuuuuiiiita "teoria", ninguém nos conhece tão bem como o nosso Deus!!
Um grande beijinho pa ti :)