Desfalecendo de amor...


Meu querido Deus,

O meu coração neste momento está cheio, cheio da Tua presença, cheio da Tua paz.

Há um sorriso nos meus lábios que eu não posso esconder. Toda a ternura que possa sentir quero dirigí-la somente a Ti.

O meu corpo sente a Tua presença amorosa em mim. À minha volta estão os teus anjos, olhando por mim, cuidando de mim, protegendo-me.

Adoro-Te, pois sem Ti a minha vida seria vazia.

Tu és tão lindo, tão belo, tão intenso, tão................................................

Deixas-me sem palavras apenas com a Tua presença. Nada precisas dizer pois só o facto de estares aqui é muito forte para mim.

Tu amas-me e eu amo-Te.

Meu coração sempre esperará por Ti e o Teu perfume quero sempre sentir, vez após vez.

E embriagar-me com a Tua presença de amor.

O Teu amor é algo que não se explica e eu não o quero explicar, apenas quero viver e sentir, experimentar, conhecer e deixar-me levar.

Embriagar-me do Teu amor... *sorrisos*

Desejava, às vezes, viver apenas na dimensão espiritual... unicamente para estar continuamente ligada a Ti, meu Pai, sempre, sempre, sempre, sem me deixar distrair com as coisas deste mundo.

Acho que isso me bastaria, mas sabes que o meu coração não é perfeito. Está ligado ainda a outras coisas, a outras pessoas.

Mas eu não quero mais sair dos Teus átrios. Só os Teus átrios já me trazem uma satisfação tão grande... e quando eu posso entrar na Tua casa, com ousadia olhar e caminhar por todos os Teus corredores, o meu ser desfalece.

A Tua presença é grande de mais, e contudo resolveste habitar dentro de mim.

Espírito Santo de Deus...

3 comentários:

Marcus Henrick disse...

A Presença DELE que nos Fortalece..
Pra Brilhar a Luz do AMOR,
Pelo qual somos Amados
Amor Eterno, Amor de DEUS !!

Brisa disse...

Amiga fiquei a pensar no que escreveste!
O que sentes e vives!
O amor de Deus não se explica! Sente-se!
E outras coisas mais em Deus!
Obrigada por tudo o que tenho aprendido contigo!
Viver o que se sente ;)

Tânia Palmeiro disse...

Como eu entendo o que escreves mana.
Tu sabes...