Há muito...

"Há muito que te libertei das correntes que te tornavam prisioneiro." Jeremias 2:20a

Há muito que Deus me libertou das correntes que me prendiam, correntes que se foram instalando em mim, ano após ano, vivência após vivência.

Houve um dia em que Deus abriu os meus olhos para a VERDADE, para quem eu sou n'ELE e isso teve um grande impacto na minha vida.

Grandes alterações começaram a surgir no meu interior marcado, ferido, limitado e preso. Há muito que eu me dizia cristã mas não conhecia a vida de Deus tendo um impacto tão grande dentro de mim, tão transformador.

Porém, cada vez mais sinto que a libertação é algo que temos de erguer todos os dias, temos de declarar e experimentar todos os dias. Não porque essa libertação seja limitada e todos os dias temos de ser libertos novamente ou porque temos de fazer uma auto-lavagem cerebral para estarmos convencidos de que estamos libertos.

A minha libertação é algo que tenho de erguer todos os dias no mundo espiritual, na esfera espiritual, celebrando junto com Deus e com os anjos essa mesma novidade de vida que alcancei. Se eu não fizer isso, é curioso que eu vou-me sentindo, aos poucos, um pouco mais presa aqui, um pouco mais presa ali e quando dou por mim, não me "sinto" liberta.

Satanás é um especialista em mascarar sentimentos e nos fazer levar a crer que afinal as coisas não foram assim tão transformadoras, tão definitivas, tão marcantes. Ele gosta muito de sussurrar ou até gritar aos nossos ouvidos que continuamos presos, amarrados, agarrados a sentimentos e limitações das quais nunca nos veremos livres delas.

Ah, mas ele está tão enganado... Cristo liberta e liberta mesmo. Definitivamente. Às vezes, nesses momentos tão negros, é necessário gritar também, com a força de Cristo e não a nossa, de que DEUS liberta tudo em todos. Não há nada demasiado difícil para Ele.

É bom viver a libertação, é bom sentir a vida a fluir dentro de nós sem limites.

Já fui liberta de muitas coisas que me pareciam difíceis de me ver livre delas, e neste momento aguardo que Deus me liberte de mais uma coisa que insiste em permanecer em mim.

Mas sorrio, pois sei que nem a minha carne, nem Satanás são mais poderosos ou fortes do que a presença viva de Deus e do Seu Espírito em mim, no meu interior. Pela fé, eu já dou gargalhadas pensando na pessoa que serei sem essa limitação.

Deus, és o meu amado libertador.

4 comentários:

Marcus Henrick disse...

Liberdade !!!

Se tornar livre dói, principalmente quando as correntes estão dentro de nós, mas Se VOÇÊ olhar pra CRUZ, Verá que Lá ELE levou as correntes que nos prendiam !

Paz

tania palmeiro disse...

Como eu te entendo Paulinha...Fico muito feliz que estejas a celebrar essas vitórias com o Pai.
Há algum tempo atrás eu também pensava que certas coisas em mim nunca iriam ser transformadas, principalmente a depressão.
Mas...o Filho me libertou!!!e assim eu sou verdadeiramente livre.
Já tinha saudades de ler o que escrevias...
Bjs
DTA

Peregrina disse...

Adorei. Vou passar mais vezes, com certeza!

Andrea disse...

É a isso que eu chamo de salvação erguida diariamente.

Entendo-te e sei que me entendes.

É tão bom experimentar o Espírito de Deus!


Amo-te mana querida.