Sentimentos...


"Oh, Deus, dá-me um coração como o de Jesus!"

Tenho descoberto que este é um pedido difícil...

Sentir como Jesus sentia não é fácil...

É o caminho que temos de seguir para sermos como Ele, mas as protecções que criamos para poupar o nosso coração caem por terra quando Deus começa a responder.

Porque sentir como Jesus sentia significa ter um sentimento de cuidado e preocupação pela situação dos que nos rodeiam PERMANENTE.

Significa deixar de ser indiferente a muitas coisas...

Significa deixarmos de nos sentirmos confortáveis...

É constrangedor...

11 comentários:

timor disse...

Olá Paula, o Senhor tem me posto um pouco do Seu sentir, do Seu olhar, um pouco do Seu coração em mim, só te posso dizer que é duro, duro olhar para a sua criação destruindo-se, em guerras que levam ao lugar vazio, escuro.
A Sua criação geme de dor e procura consolo no errado,no passageiro,no falso, vive de aparências.
Dói Paula, ver algo que amamos, negar a nossa existencia e procurar a destruição inevitavel diante dos nossos olhos, imagina se conseguires, o que Deus, criador de todo o universo, sente, olhando, para a sua criação no caminho, a passos largos para a sua propria destruição.
bjs

Marlene Maravilha disse...

Sim Paula, nós não conseguiríamos sofrer o que Jesus sofreu!
Não poderemos sequer imaginar!
Mesmo com a nossa petição o Senhor não nos dará, porque Ele só nos dá o que podemos suportar, não é verdade?
Sinto que temos vida com Deus e isso é gratificante.
beijos querida e que Deus te abençoe. Que Ele abra as janelas do céu e que jorrem rios de unção sobre a tua vida, para que continues dando vida a este blog!

Anónimo disse...

Só para dizer que também peço que :


"Que Ele abra as janelas do céu e que jorrem rios de unção sobre a tua vida, para que continues dando vida a este blog! "

anónimo

Vilma disse...

Beijinhos ...! :))

jaime fernandes disse...

Uma boa Páscoa Paula!

DTA

Tinoca Laroca disse...

Querida,
creio que jamais poderemos sentir como Jesus sentiu, porque Ele tinha a Sua Identidade, e, a cada umd e nós dá-nos uma Identidade, para que seja usada de forma única, preciosa.
O problema é que a maioria ainda nem sequer descobriu a sua identidade. Eu apenas descobri a minha aos 35 anos de identidade, e, após 20 anos de crente.
Com a nossa identidade perfeitamente cosntruída e consciente em nós, ficamos com um coração mais sensível, e, mais convergente ao Coração de Jesus.
E a partir daí... podemos sentir coisas muito convergentes com... Ele.
Bjs.
T.

Paula disse...

Olá a todos. Brigada pelas vossas palavras... estão guardadinhas, como sempre.

Tinoca, gostava só de dizer que discordo contigo numa coisa: eu creio que é 100% possível termos os mesmos sentimentos de Jesus. É verdade que cada um de nós tem a sua identidade, mas ter um coração como Jesus não se trata, na minha humilde opinião, de uma questão de identidade.

Deixo aqui um versículo que me fala disso:

"Tenham os mesmos sentimentos que havia em Cristo Jesus." Filipenses 2:5

POr isso, para mim isso é um objectivo. E ser sua seguidora sem ter os sentimentos como Ele tinha,não me faz sentido.

Um beijinho grande e que Deus te abençoe com toda a sorte de bênçãos!

Entre-aspas disse...

Mais do que sentirmos como Jesus sentia, é, o que fazemos relativamente aos sentimentos que Ele coloca em nós (e que são apenas uma fracção do seu sentir). E nós, o que fazemos?

Paula disse...

Olá entre aspas, tens toda a razão... se ficarmos apenas pelos sentimentos não adianta de nada... mas para mim uma coisa é certa,daí eu pedir a Deus um coraçaó igual ao de Jesus:

Se não sentirmos como Jesus sentia, não vamos fazer NADA! Ou então fazemos mas o que nos move não é o mesmo que movia Jesus... talvez seja a religiosidade apenas... e quando é assim, tudo o que fazemos não dá fruto... é simples...

POrque quando começamos a sentir como Jesus, é muito mais difícil não fazermos nada...

Acho que o problema da Igreja é que ela nem conhece os sentimentos de Jesus, quanto mais sentí-los... logo, o que sai dela é bem diferente do que saía de Jesus...

Beijocas

Andrea disse...

Paulinha, minha mana,

quero apenas dizer que sinto o teu coração a ser moldado e impulsionado pelo amor do Pai.

Também desejo ter um coração igual ao Dele da mesma forma que falas, e creio que esse desejo agrada grandemente o Senhor!


Abraço apertado da mana e muitas bençãos do Pai para ti.

Vítor Mácula disse...

Cara Paula.

Significa termos o coração de fora, ofertado e à mercê de todas as feridas e bálsamos. Claro que na inteireza, só mesmo Ele, mas assim queremos tender para tal com Ele... (Quero dizer, falo por mim...;)

Abraço grande, e boa Páscoa.