Amor incompreensível


Hoje pensei muito no amor de Deus. Pedi a Deus que, mais uma vez, me permitisse compreender quem Ele é, conhecê-lo um pouco mais, que Ele me revelasse um pouco mais da sua pessoa, da verdade.

Porque em Cristo estão escondidas todas as riquezas da sabedoria e do conhecimento. Deus tem muito para se conhecer, e há conhecimento mais profundo que está escondido... só se conhece através de revelação divina.

Deus começou a trazer à minha mente uma série de trechos da sua Palavra, que pouco a pouco, iam fazendo todo o sentido... iam descortinando uma série de coisas.


Espírito Santo... estava mesmo ali, dentro de mim e à minha volta, ao meu lado. Foi uma promessa de Jesus aos discípulos... e a mim... e a primeira coisa revelada foi isso... a presença do Espírito. Pude falar com Ele, interagir com Ele, pois logo que me apercebi da sua presença, uma das coisas que lhe pedi foi que me permitisse sentí-lo, uma vez que Ele estava ali tão perto de mim, em mim.

Apesar de Ele ser Espírito, eu creio que é possível vê-lo, tocá-lo, porque nós também somos seres espirituais... Não temos apenas olhos carnais... e há mesmo alturas em que podemos ver com os olhos carnais, quando Deus, por algum motivo, resolve descortinar a realidade espiritual.

E comecei a ser envolvida pelo amor de Deus, e Deus começou a, mansamento, revelar-me mais um pouco do Seu amor, ao ponto de eu, admiradíssima, lhe perguntar:

Mas como? COMO é que um Deus como Tu resolveu amar seres humanos? A mim, cuja vida e adoração são tão imperfeitas?

E saí do meu momento com as mesmas questões na minha mente... cheguei à conclusão que nunca vou conseguir ter uma resposta a essas questões que faça sentido... porque realmente o amor de Deus é incompreensível... não dá para entender.

Mesmo não compreendendo, pude sorrir tanto para o Pai.... apesar de ser incompreensível, o Seu amor estava me envolvendo de uma forma especial... e há coisas que por vezes são apenas para desfrutarmos... e adorarmos... se Deus quiser que compreendamos, mostrará...

Apesar de eu achar que o amor d'Ele será sempre incompreensível... porque olharia Ele para nós e nos criaria? Para que precisa Ele de seres tão fracos?

Ainda assim, Ele quer a nossa adoração, deseja, emociona-se com isso, fica à espera, observa-nos, mima-nos, ao ponto de enviar o Seu filho... a ponto de enviar o Seu Espírito...

É algo que eu não consigo compreender, mas que mexe comigo profundamente!

10 de Outubro 2006

7 comentários:

Anónimo disse...

Volta e meia eu me pego nesse tipo de indagação. Ai me lembro que Deus não é lógico. Nossa forma de entender é sempre muito limitada (a minha em especial) e acabamos por limitar o criador em nossas próprias limitações. Ainda bem que isso não entra em nossa avaliação.

vilma disse...

Ainda hoje meditava sobre isso.. aliás, é o tema principal das minhas meditações.
Deus, imenso, infinito, grandioso... nada o pode abranger. Reduz-se ao tamanho de um óvulo, para se identificar com os homens, perceber a nossa natureza, pois sendo Deus Santo e Puro, há coisas em nós, que só vivendo na carne Lhe seria possível entender.
Loucura?
Sim, são as loucuras santas de Deus... os Seus pensamentos são inatingiveis para nós!
Xiiii... heheheh.. lá vou euuuu!

Andrea disse...

"Deus tem muito para se conhecer, e há conhecimento mais profundo que está escondido... só se conhece através de revelação divina."

Fiquei especialmente atenta a esta frase.
Especialmente nesta porque creio que Deus tem tudo o que precisamos revelado na Sua palavra, é verdade, mas a revelação da Palavra de que a Bíblia fala não é uma leitura comum.
Crentes e descrentes podem ler a palavra do Senhor diariamente, sem nunca ter experimentado revelação divina, exactamente porque a Palavra de Deus tem uma profundeza que só o Espírito de Deus pode descortinar para o ser humano. Só aquele que de facto é um ser espiritual, e vive esse Senhorio, ligado intimamente à Videira e ao Senhor da vinha, é que pode entender, saborear e viver a revelação de Deus.

Quebrantamento, santificação, revelação e cura.

Abraço quentinho mana do meu coração!
Alegro-me por também conheceres esse sabor dos céus!

di disse...

São sentimentos tão simples e ao mesmo tempo tão complexos, que nos deixam extasiados e sem forma de compreensão.
Mas sejamos como as crianças...mais importante do que compreender é desfrutar do momento.

Joel disse...

Hoje aconteceu-me isso mesmo. Tenho me apercebido de algumas falhas minhas, falhas de carácter, que a bíblia tem me revelado, pessoas têm-me me falado, pensamentos têm me vindo à mente sobre isso,e assim tenho visto o que sou e tenho sido. E isso tem me deixado apertado. Sinto-me perdido em relação a alguns aspectos. Por isso tenho perguntado a mim mesmo se algum dia vou mudar, se não estarei a não ser aquilo que Deus quer de mim, e que por isso não serei aquilo que Ele planeeou para mim. Sinto-me um fracassado, "a looser", pois é...e isso tem-me feito interrogar muita coisa, enfim...indo ao centro da questão:Dei por mim a pensar no amor de Deus e no facto de eu nao merecer esse amor, por ser tudo o que sou e o que não sou e ainda assim Ele morreu por mim.

Também na sequência de um post que escreveste há uns dias, o da sinceridade, quis abrir aqui um pouco de mim, e verem como sinto...o mesmo fiz com Deus, mostrando, reconhecendo e assumindo o que tenho sido e feito. Talvez esteja a errar por estar sem esperança quanto a uma mudança em mim. Deus pode, é...mas talvez neste momento não tenho acreditado muito nisso, mas é o que quero. Fica a pergunta: Até quando?? "Quero ser transformado por ti Pai, deixar de ser quem tenho sido, e passar a estar cheio de Ti e vazio de mim, estar onde me queres a fazer o que queres na hora que queres pelas razões certas, e nada mais, nada mais. Bem no centro da Tua vontade!!"

Jitos pa ti Paulinha, keep going!

Geraldo Rodrigues disse...

Olá Paula, ainda ontem enquanto meditava na Palavra, eu pedia exactamente isto ao Senhor, sabedoria e entendimento para conhecê-Lo melhor, sabes que estou em Angola e o pouco tempo livre que tenho é para meditar e tem sido uma grande experiência, estar um pouco ausente(mas as saudades são muitas), mas tirando isso, tem sido agradável, é com muito gosto que leio o teu blog e constatar que continuas fiel e a usar o teu blog numa causa nobre.

DTA
Geraldo

Flôr disse...

Que possamos pedir a Deus, inteligência espiritual.

Um dia muito feliz e florido para ti e para todos os que te visitam.

Geraldo... Angola, terra bonita... a terra que me viu nascer! :D