Os cegos verão! Que alívio...

Desde que estive no Mais que Música 2006 que tenho lido os mais diversos comentários sobre este evento nos blogs.

Raros têm sido os que, na minha modesta opinião, contribuiram para a edificação de quem lê. (Desculpem, mas é o que tenho sentido).

E momentaneamente senti-me triste pelos cristãos portugueses... apesar da cegueira que sinto não ser novidade para mim. É a realidade de muito do povo de Cristo nesta nação. POR ENQUANTO...

As mais diversas coisas foram criticadas: o som, o espírito das pessoas, o grupo, a organização, sei lá mais o quê...

Mas será que alguém falou com o mesmo pormenor da unção de Deus que se sentia naquele lugar?

Será que alguém testemunhou algo do que Deus fez naquele lugar?

Alguém se alegrou por tal ajuntamento de cristãos no nosso país?

Alguém referiu o que foi dito sobre o futuro espiritual de Portugal, as palavras proféticas que foram proferidas, a GERAÇÃO que se está a levantar?

Não... é mais importante criticar o volume de som... é mais confortável focar os olhos nos pormenores insignificantes, na minha opinião...

Tudo isto me mostra a cegueira espiritual do povo de Deus nesta nação...

É por isso que quando o avivamento que o Senhor já iniciou para esta nação estiver mais visível a olho nú, alguns vão ficar de braços cruzados a olhar, criticando, virando a sua cara, desprezando.

É por isso que quando o caminho que está a ser aberto na nossa nação for alargado, se tornar mais espaçoso, alguns não o verão, nem verão Jesus passar nele. Desprezarão a obra do Senhor nesta nação.

É por isso que muitos desprezarão o Espírito Santo e zombarão da sua obra. Sim, zombarão porque a sua maneira de agir não pode ser controlada e compreendida por nós. Aliás, já zombam. Porque muitos, felizmente, começam a entregar-se ao Espírito Santo, à sua acção e esses raramente são entendidos, compreendidos, apoiados.

Muitos até pensam:

“Avivamento? Para quê? Estamos tão bem... afinal até temos ministérios de evangelização, de louvor, de crianças, de jovens, pregações... somos activos... o que é que não está bem?”

Não... a Igreja portuguesa não está bem. É como uma noiva que, em vez de se alegrar e relacionar intimamente com o noivo, arranjou amantes... e não são poucos... mas o pior é que não se apercebe disso e mantém uma aparência de estar bem. Mas é pobre, cega e nua.

Mas o avivamento do Senhor está a chegar, quer queiram, quer não... Irá passar ao lado de alguns, mas outros estão já a ser constrangidos a um arrependimento, a um voltar às origens, a uma vida completamente dedicada à ADORAÇÃO, objectivo extremamente criticado por aqueles que se julgam bem...

“VIVER PARA ADORAR? Não... nós vivemos para defender Deus, as escrituras, viver a moral de Deus, pregar a palavra...”

Mas esquecem-se de que Deus não quer isso, não precisa de esmolas nem advogados de defesa, nem de gente que critique o que os irmãos fazem.

Deus irá unir a Igreja Portuguesa, a qual será feita por aqueles que se arrependerão, que olharão para si e pensarão: “Eu não sou melhor do que aquela mulher que se prostitui ali na esquina. O que sou devo-o à Graça.”

E é esse sentimento que levará a um grande derramar de Deus na nossa nação. Porque o reverenciar o Senhor é o princípio da sabedoria. E eu creio que uma grande sabedoria está a ser derramada sobre os escolhidos, sobre os que são “as primícias” da grande enxorrada do Espírito que está para vir.

Ah, irmãos... eu creio na transformação desta nação porque é uma promessa do Senhor. Muitos que estão cegos verão, mas alguns continuarão sem ver... mas desses, Deus cuidará.
Que eu não seja um desses, mas seja alguém que vê, porque afinal, não sou melhor que aquela mulher que se prostitui ali na esquina.

Ah, Deus, restaura a tua nação. Sei que já o decidiste fazer, mas eu junto a minha voz à tua vontade. Restaura... E sara a Tua Igreja da cegueira espiritual. Que o véu dos olhos seja rasgado de cima para baixo.

Portugal está nas tuas mãos.

Eu estou nas tuas mãos.

10 comentários:

Anónimo disse...

Olá,

Não tens, nem deves pedir desculpa pelas tuas palavras. Deves (isso sim)tentar fazer eco delas.
Mas cuidado. Aguém aparecerá a dizer que estás errada.
É infalivel. Aparece sempre.
Essa é uma das causas da letargia em que se encontra a igreja.
As demais....
Basta olhar.

DTA

vilma disse...

Amén!
DTA

Andrea disse...

Aquilo que se descobre e que se vive na adoração a Deus é incomparável e contínuo.

Muitos na teoria sabem o que significa a adoração mas na prática sentem-se completamente bloqueados, porque simplesmente não a vivem. A religiosidade é tremenda na igreja de Cristo.

Adoremos a Deus em Espirito e em Verdade, busquemos saber com o Espirito de Deus o que isso é. Enquanto a igreja não entender isso com o discernimento do Espirito Santo, vai continuar pobre, cega e nua. Mas glória a Deus que há esperança.

Igreja, saí das tuas quatro paredes para veres o que te rodeia. Lembra-te de Cristo que vivia no meio da sociedade, tinha o coração perto daquilo que realmente é importante. Jesus é o Genuino Adorador.


Mana querida sinto o mesmo que tu, e ambas sabemos que Deus vai, vai MESMO agir nesta nação, quer queiram ou não!

Abracinho quentinho mana!

Paula disse...

Mana, gostei especialmente de:

"Jesus é o Genuino Adorador." Vou guardar a frase...

*sorrisos*

Um abraço tb quentinho para ti.

di disse...

http://taniacml.blogspot.com/
Um blog com o relato do mover de Deus no + que música 2006, além que apesar de céptico, inicialmente, se rendeu às evidências.
Junto a minha voz à tua Paula, que a nossa nação possa ser restaurada, e numa só voz rendamos louvores ao Rei.

DTA

TiTiTa disse...

A este post só tenho uma coisa a dizer: "AMÉN!".
Os meus parabens pelo teu blog, continua o bom trabalho :)
Di mt obrigado...

Dva a todos... :)

Marlene Maravilha disse...

Olá Paula,
Isto se vê em todos os lugares. São finais dos tempos. Quem perseverar será salvo. Continuemos na luta pela salvação dos outros sim, e mantenhamos firmes nossa rendição a Cristo.
Sinto saudades.
beijos

Tinoca Laroca disse...

"... aprendam a não ir além do que está escrito, para que não sejam soberbos uns contra os outros. Porque quem te diferencia? e o que tens tu que não tenhas previamente recebido? E, se recebeste previamente alguma coisa, para que de glorias como se não o tivesses recebido?
Já estão todos de barriga cheia! já estão todos ricos!
Vocês reinam sem nós! e oxalá que vocês reinassem para que também nós reinassemos...
somos espectáculo paara o mundo, para os anjos e para os homens. Somos loucos por amor de Cristo, e, vocês são os sábios em Cristo; nós somos os fracos, vocês os fortes; vocês são gente ilustre, nós somos vis. Até agora, já passámos fome, sede, e até nus estivemos, recebemos bofetadas e não temos casa certa onde ficar, e trabalhamos com cansaço com as nossas próprias mãos; somos injuriados e bendizemos em troca; somos perseguidos e sofremos; somos brasfemados e rogamos"
I Coríntios 4:6-13

Todos têm o direito de exprimir a sua opinião.
Não tem é que se abrir guerra entre os "espirituais" e os "letargicos".
Quem somos nós? Fomos abençoados? AMEN
Não podemos, não devemos, ser fontes de divisão.

Ninguem pode calar ninguem, mas porque quando alguém diz alguma coisa, todos têm a mania de dar a sua opinião contrária, como se fosse os donos da verdade?
Isso é que me desespera e envergonha. Porque os descrentes passam pelos blogs cristão e veem a misérias das "guerras" santas.

Estou farta de gente espiritual. Desculpa o desabafo. Já estou como o amigo Lou, preciso da gruta.

God bless you.
T.

Paula disse...

Tinoca, não peças desculpa... abre o teu coração.

Um abraço

Flôr disse...

Só tenho a dizer, Amem!

beijoca grande e deixo-te uma linda flor.

Flor :D