Esplendoroso!



Sempre que os quatro seres vivos cantam hinos de Glória, de louvor e acção de graças àquele que está sentado sobre o trono, e que vive por todo o sempre, os vinte e quatro anciãos caem por terra em adoração, àquele que está sentado sobre o trono e que vive por todo o sempre.

Lançam as suas coroas aos pés do trono e dizem:

Tu és o Senhor de todos nós e nosso Deus!

Tu é que fizeste todas as coisas.

Porque assim o quiseste, elas foram criadas e existem.

Por isso, Tu és digno de receber a glória, a honra e o poder.

Apocalipse 4:9-11

Não tenho palavras para descrever o que tenho sentido ao ler estas palavras e ao meditar nelas. Tem-me assombrado a forma como a adoração a Deus está descrita em Apocalipse...

Porque este livro tira a cortina que separa o nosso mundo natural do mundo espiritual. E Deus tem tirado essa cortina dos meus olhos... e a minha reacção tem sido parecida à de João:

Cair, sem forças, como morta... diante de um esplendor tão grande... mas tão grande.

Há momentos em que todos os anjos que existem rodeiam o Trono de Deus, e todos eles cantam, adoram Deus e o Cordeiro. Juntam as vozes às dos seres viventes, que apenas existem para estar diante do Trono e os 24 anciãos, repetidas vezes, saem dos seus tronos e se prostram...

Prostram em adoração... tirando as coroas da sua cabeça e as jogando perante o Trono. E eu só os consigo imaginar com a face até ao chão... totalmente prostrados...

É como me sinto diante do Pai... totalmente prostrada... assombrada pela adoração que lhe é prestada, que flui e brota do facto de se estar diante d'Ele, sem véus, sem cortinas, sem nada...

E eu sei que para adorar dessa forma, eu preciso estar em contacto com Ele desta forma... sem cortinas... porque o que se vê leva, inevitavelmente, à face no pó, a um temor inigualável...

É tão bom adorar...

8 comentários:

Tânia Palmeiro disse...

Tantas vezes dizemos "Deus é bom,Deus é fiel" e por ai fora.
Não é necessário arranjar adjectivos para O caracterizar porque Ele seimplesmente É!!!
Tudo Nele é a assência do verbo ser e é tão bom saber que Nele podemos também nós ser todas as coisas.
Por mais que eu tente não consigo imaginar o que aconteceu no mundo espiritual quando a carne de Jesus e o véu do templo foram rasgados ao mesmo tempo!
Realmente o unferno deve ter tremido porque a partir daquela hora o acesso ao Pai passou a ser livre, livre de tradições,preceitos,rituais.
Tal como Jesus, hoje podemos entar no Santos dos Santos e adorar o Pai.
Podemos rir,chorar,cantar,dançar,pular,gritar.
Podemos encher a nossa boca de cânticos de alegria ou gritar de dor.
Somos livres agora,a graça de Deus nos cobre para que possamos ser como crianças que sempre encontram alento e segurança nos braços do Pai.
Sim...é tão bom adorar...
Vivemos por Ele e para Ele...
Deus te abençoe mana

Lou Mello disse...

Obrigado por suas palavras e seu compartilhar. Estou sempre aprendendo e sorvendo seus ensinamentos. Deus te abençoe, abundantemente.

Paula disse...

OLá Tânia... é verdade tudo o que dizes... devem ter acontecido coisas tremendas quando Jesus ressuscita, quando o véu se rasgou... Apocalipse dá uma ideia do que aconteceu a nível espiritual quando Jesus nasceu... a oposição que aconteceu, etc.
Que possamos gozar agora da liberdade que Jesus conquistou, é o meu desejo para mim, para ti e para todos os que são escolhidos! Um abraço!
Lou, peço-te uma coisa: não absorvas os meus ensinamentos, porque o que eu escrevo aqui não é com intenção de ensinar alguém... sabes, eu nem sei porque escrevo... é mais o contar de experiências, pensamentos, meditações... se Deus utiliza isso de alguma forma, alegro-me mto! Deus te abençoe abundantemente tb! Um abraço!

Anónimo disse...

Estou muito aquém...
Porque é algo tão esplendoroso, tão..., tão..., que não me sinto sequer próxima.
God bless you.
t.

Anónimo disse...

Estou muito aquém...
Porque é algo tão esplendoroso, tão..., tão..., que não me sinto sequer próxima.
God bless you.
T.

Andrea disse...

Tanto esplendor, tanto....

E Deus com todo o Seu esplendor e poder, com Sua majestade, e sendo inteiramente digno é o mesmo Deus que se aproxima de nós, usando uma forma Dele muito cuidadosa para nos tomar no Seu colo.

Sim maninha, é muito bom adorá-Lo!

Abraço com muito amor!

di disse...

Obrigada por me lembrares do verdadeiro significado da adoração.
Obrigada por me lembrares como é bom estar prostada perante o Pai sem reservas.
Obrigada Paula, porque mais uma vez me fizes-te sentir a minha pequenez e a minha total dependência DELE.

Por cada palavra, por tudo... Obrigada

DTA

Pecaaas disse...

Depois de uns dias de ausência por terras de Àfrica, cá estou de novo a saber as ùltimas...
Pedro