Coisas que ainda não posso dizer

Ontem, no caminho para o trabalho, vinha a ouvir no carro um CD que gosto muito.

Às tantas ouço uma parte da música que diz:

“Se pudesse escolher apenas uma coisa só, escolhia-Te a Ti.”

(frase dirigida a Deus).

Fiquei a pensar naquela frase. Eu cantei-a, pois ia a cantarolar a música.

Cantei-a e arrependi-me de a cantar.

É algo que eu ainda não consigo dizer de todo o coração.

Deus sabe que O amo e que O desejo muito. É uma realidade no meu coração.

Com tudo o que tenho vivido nos últimos tempos na minha vida, eu vejo que as minhas palavras diminuíram mas tornaram-se mais verdadeiras, as intenções do meu coração mais profundas, mais certeiras.

Quando vivemos uma vida fácil, é muito fácil dizer a Deus que Ele é tudo para nós, que só O desejamos a Ele, que estaríamos dispostos a morrer por Ele, etc. Não fazemos ideia da profundidade e seriedade das coisas que estamos a viver.

Eu tenho vivido, ininterruptamente, momentos de dificuldades e vejo agora quantas vezes eu já disse essas palavras da boca para fora. Quantas vezes Deus não me basta e o que eu quero mesmo é momentos de paz, sem problemas.

Se eu pudesse escolher uma só coisa neste momento, eu escolhia que as dificuldades que tenho vivido terminassem. É o que está no meu coração e Deus sabe disso.

Porém, sinto que estou cada vez mais próxima de conseguir cantar aquela frase convictamente, sabendo tudo o que ela implica e agradeço a Deus por estar a viver situações difíceis há algum tempo.

Afinal, como disse Jesus, não podemos seguí-Lo se Ele não for mais importante para nós do que a nossa mãe, o nosso pai, o nosso marido, os nossos filhos, o nosso trabalho…

Cortar as amarras que nos prendem a essas pessoas e coisas não é fácil. É um processo doloroso. Mas vale a pena.

Só assim eu posso viver as promessas que Deus já me deu. Desligada ao ponto de sacrificar, como Abraão, o meu próprio filho.

Mais uma vez me lembro das palavras dos discípulos: "Palavras duras, quem as poderá suportar?"

9 comentários:

Vilma disse...

Hoje também li essa passagem onde os discipulos afirmam isso.
Creio que Deus, ao conhecer o nosso coração, permite essas situações na nossa vida para nossa própria reflexão, para nos conhecer-mos a nós mesmos e sairmos fortalecidos!

Helder disse...

Amen!
Bem, veio do coração.
Só não concordo com a ideia de "desligada a ponto de sacrificar"..
Só não concordo porque isso significava que o Cristão para seguir a Deus tem de ser desligado do mundo.
Na minha visão, o Cristão tem a ordem bem estabelecida, de modo que primeiro Adora a Deus, depois Ama as pessoas, e no final gosta das coisas.
Abrãao quando levou o filho, só podemos imaginar a dor daquele homem de Deus, o quanto lhe custou aquela caminhada, o quanto ele amava o seu filho único. Mas o que Deus queria era fé. Não é que Abrãao seja desligado do filho, mas somente a fé de que Deus tem tudo nas Suas poderosas mãos.
" - Porém, o SENHOR disse a Moisés: Teria sido encurtada a mão do SENHOR? Agora verás se a minha palavra se há de cumprir ou não. " Números 11:23.

Bem, despeço-me.
Em Cristo,
Helder

Kella disse...

Os momentos de provação e/ou tribulação ensinam-nos muita coisa e se continuarmos firmes, no fim vamos mesmo dizer que "Ganhei a batalha e guardei a fé".
Querida irmã em Cristo, que a tua batalha seja ganha e que o Senhor esteja contigo sempre.

Kella

Helder disse...

Olá outra vez, só gostaria de perguntar qual o cd, pois de facto não me arrependi mesmo nada de ter conhecido o Balance da Sara Tavares, muito bom mesmo.
Obrigado Paula, é sempre um prazer seguir os teus pensamentos. É extremamente precioso ver pessoas que nas dificuldades continuam a escolher Deus. É apaixonante.
A luz veio para o mundo, mas o mundo não a conheceu. É tão triste pensar nisto e perceber todo o amor do pai, e a forma como Ele nos ama tanto tanto mas.. nos nunca o chegámos a conhecer. Como é possível? Um tão grande amor, um amor único, do Criador. Como diz a música: "Who am I, that the Lord of all the earth would care to know my name, would care to feel my hurt?"
É espantoso, é incrível, é perfurante. É um amor impossível mas que Deus o fez possível.
"Not because of who I am, But because of what you've done. Not because of what I've done, But because of who You are."
O Deus que somente é caracterizado fortemente por ser Santo, Santo, Santo. Esse mesmo Deus fez-Se carne e habitou no nosso meio, suportou todos os nossos pecados. E no fim, já as forças o abandonavam, mas ainda no final suplicou ao pai, uma suplica que todos nos recebemos. "Pai, perdoa-lhes, pois eles não sabem o que fazem.".
Obrigado Senhor.
"I am a flower quickly fading, here today and gone today..".. "still you hear me when I call you."..
Nos sofrimentos é possível conhecer o Deus de Amor incrível, de um amor impensável, um Deus que nos ensina com Amor todos os dias.
Um Deus que é magoado por todos nós todos os dias desde há milhares de anos, mas que nunca nos magoou, nunca nos virou as costas.

Desejo que Deus possa abençoar através de ti as pessoas que vem a este website, as pessoas que irão conhecer a Cristo através das tuas palavras.. nas suas próprias vidas.

E desejo muito que Deus te abençoe abundantemente. Obrigado Paula, pelo espaço, pela alegria, pelo amor e por toda a graça que partilhas sempre, fazes-me sempre reflectir bastante acerca da necessidade de partilhar a graça.

Quem sou eu?
Já me livraste de tanto tanto(da morte? quantas vezes?! não sei, mas se vivo ainda é para Ti, e se sou ainda tão jovem é também para Ti, da mesma forma como Te esqueces de Ti mesmo para vires até mim.), e é no meu maior sofrimento que recordo o teu amor, a tua obra. É no desespero que posso conhecer a tua fidelidade e a forma como esteja eu afundado e encalhado onde estiver, Tu nunca me abandonas. Nunca.
Muito obrigado, meu Deus.

Em Cristo,
Helder

Ps- Se puderes, por favor, podes dizer-me qual o cd que referiste? Gostava muito de conhecer. E mais uma vez obrigado! :-)

Paula disse...

Olá Helder, obrigada pelas tuas palavras também sempre cheias de um coração que busca sinceramente.

Podes ver o CD neste link:

http://www.worship.co.za/cafe/cafe02.asp

Esta semana ponho a dita música aqui a tocar.

Beijinhos e Deus te guarde

Paula disse...

Ah, e a música que eu referi é esta:

I Would Do Anything (Brent Helming)

Paula disse...

Olá Helder, só para dizer que já coloquei a tocar aqui no blog a música que referi neste post.
Abraço

Helder disse...

Olá Paula,
Muito obrigada mesmo,nao esperava tanta gentileza, a musica é muito graciosa :) e as outras tenho a certeza que também sao.. estou ansioso por ouvir!!
Muito obrigado!!

Tânia Palmeiro disse...

É tão dificil mtas vezes dar o trono a nossa vida a Quem de direito.
O nosso ego, o nosso sentimento pla familia e amigos parecem querer se sobrepor á verdadeira essencia da nossa vida:Jesus Cristo!
Graças a Deus que Ele conhece os nossos corações, apesar das falhas, dos erros e das trapalhadas que fazemos.