Pensamentos musicais

Tem sido muito interessante reflectir, junto com o Espírito Santo, acerca da maneira como Deus me criou para reagir à música.

Um facto é que a música, assim que é ouvida por nós, é automaticamente percebida pelo tálamo, o lugar do nosso cérebro onde são produzidas todas as nossas sensações, emoções e sentimentos, sem passar primeiro pelas regiões do cérebro que envolvem a razão e o raciocínio.
Depois da música atingir este "centro emocional", ela sim invade as outras áreas do cérebro, podendo influenciar as outras áreas da pessoa.
Querer que a música não nos arrebate emocionalmente é fisicamente impossível.
Interessante Deus ter criado o ser humano desta forma. A música tem mesmo um papel específico com os Seus filhos.
Creio que a música atinge directamente o meu espírito, e isso faz com que eu me ligue quase que instantaneamente ao Pai. Os sons musicais são a melodia do Espírito Santo.
Disse Eliseu:
"Agora tragam-me um músico!" Quando o músico começou a tocar o instrumento, o poder do Senhor veio sobre Eliseu; e ele disse: 'Esta é a mensagem do Senhor: (...)" II Reis 3:15,16

2 comentários:

Tânia Palmeiro disse...

Para mim não há melhor maneira de me conectar com o Pai...
A adoração corre nas minhas veias e circula nos meus pulmões...
Bjs.
DTA

Andrea disse...

Maninha,

como tu sabes *piscadela de olho*, este tema é-me particularmente especial.
Gostei de te ler, gostei imenso de saber que andas em meditações musicais.

Desejo muito que a tua mente seja ainda mais expandida! *sorrisos*
É apenas um pormenor! *beijo*

Beijoca grande mana querida!