Constrangimento

Graça e perturbação a todos! (não... não foi engano na escrita)

Num destes dias fiquei a saber de uma situação que me tocou profundamente… no fundo da minha alma… foi inevitável…

Deus constrangeu tanto o meu coração que simplesmente não me consegui desligar emocionalmente da situação… fiquei perturbada… e é estranho estar a atribuir isto ao Pai.

Deus não perturba, certo? O Pai não nos dá esse tipo de coisas, certo? Um Pai que ama não é assim… não causa sofrimento nos filhos…

E o meu Pai é um Pai perfeito. Disso eu sei… porque o tenho experimentado.

Mas a Palavra diz que o Espírito constrange… muitas vezes é o Espírito que faz com que nos sintamos mal, com o coração apertado, sentindo que há algo que não estamos a ser ou a fazer… é este tipo de perturbação que pode vir do Pai… alguns poderão achar a palavra “perturbação” muito forte, muito negativa, mas é a palavra que encontro para esse constrangimento…

Paulo disse que tudo o que fazia e sentia era resultado do amor de Cristo que o constrangia… há um constrangimento causado pelo amor divino no coração daqueles que desejam a face do Pai…

Como poderemos não ficar constrangidos quando conhecemos o amor do Pai e vemos uma situação terrível, onde só Jesus pode ser a solução? Devermos ficar em paz com isso? Não… se formos sensíveis ao Espírito, não vamos ficar em paz… se o Espírito nos estiver a levar a fazer algo que não fazemos.

Quando sabemos que Deus deseja mais de nós, mais do que estamos a dar, a ser, a viver, há um constrangimento, uma perturbação no nosso interior… e creio que ela tem uma origem divina, é o Espírito a agir nas nossas emoções.

E, ao contrário do que muitos dizem, as nossas emoções são usadas (e são muitas vezes, na grande maioria das vezes, pelo menos na minha vida) para nos levar a fazer algo, nem que seja apenas chorar aos pés do Senhor e clamar… porque não conseguimos ficar indiferentes… e Deus, misericordioso como é, age. O constrangimento que vem do alto leva-nos a fazer algo… tira-nos da nossa apatia, do nosso estado…

E com este sentimento no coração, pedindo paz ao Pai porque estava a ser forte demais para mim, eu juntei-me aos meus irmãos para O adorar. E não pude acreditar quando lá cheguei… não houve alívio para o meu constrangimento… porque algumas das primeiras palavras que eu ouvi e vi foram:


“Alguém um dia ouviu o chamado…”

Foi o Pai… o Pai sabia o que eu tinha no meu coração e ainda reforçou mais o sentimento em mim… e isso levou-me e vai-me levar a clamar muito junto dos pés do Pai.

Porque partilho isto?

Pensa… é um facto que Deus deseja que vivas em Paz. Aliás, é um dos frutos do Espírito em ti e em mim… mas podem existir momentos em que te sentes constrangido(a), com o coração apertado… não consegues deixar de pensar numa determinada situação, numa determinada pessoa… por mais que tentes, não dá… e tu entregas ao Pai, porque sabes que só Ele pode fazer alguma coisa… e de nada adianta estares a sentir-te assim…

Mas o Pai pode estar a permitir que te sintas assim constrangido(a)… pode ser o Espírito Santo a agir em ti… mas se Ele está a agir assim em ti, não é para te fazer sofrer, deixar perturbado só por deixar ou semear a confusão na tua mente, no teu coração… todos os sentimentos causados pelo Pai em ti têm um propósito… e se tu não consegues entender qual é, vai até Ele.

Deus não dá fardos… Deus retira-os.

Deus não cansa… Ele dá o descanso perfeito.

Por isso, se não estás a saber lidar com o constrangimento que vem do Pai, fala com Ele… isso que sentes é provavelmente uma forma que o Espírito está a utilizar para falar contigo. Mas como Ele não cria confusão… vai… Ele vai-te esclarecer… e quando entenderes a razão, quando receberes a capacidade vinda do alto, esse constrangimento vai desaparecer… até que Ele queira.

As nossas emoções podem ser a ferramenta para o Espírito de Deus agir e falar connosco. E muitas vezes pode surgir uma convicção só posteriormente…

Contradiz a teoria do comboiozinho, não contradiz? Facto leva a fé… fé leva à emoção, diz esta teoria. Esta teoria estabelece esta ordem.

Para não variar, as teorias não se aplicam à minha vida… as minhas vivências têm sido completamente contrárias a esta teoria do comboio… mas também esta é apenas uma experiência de uma Filha, que está a compartilhá-la porque apenas sentiu que devia… nem sabe o porquê… e essa filha pode estar completamente errada, levada pelas suas emoções…
Mas se estiver errada, eu sei que o Pai me corrigirá… com grande amor, como sempre… e se assim for, sê bem vindo, comboiozinho, à minha vida. És bem mais confortável… é bem mais fácil de se lidar com a mente do que com as emoções em primeiro lugar… mas não... eu não te quero na minha vida... prefiro a acção não previsível e regrada do ESPÍRITO SANTO!
Deus te abençoe grandemente!

10 comentários:

Deny disse...

Penso que não tás errada. As teorias nã são factos absolutos, são uma forma de tentar explicar - daí encontrarmos várias teorias par uma questão - o que significa que as teorias são pontos de vista parciais. É mau quando fazemos da teoria a regra. e ainda mais errado quando isso se aplica à vida espiritual.
Pobres são aqueles que separam os sentimentos da espiritualidade, fazendo de essa parte humana um rival à vontade de Deus.
Jesus também manifestou sentimentos e a seguir fazia algo acontecer.
O mesmo o Espirito está a fazer em ti, o reultado veremos.

Flá Mendes disse...

Tudo o que temos, tudo o que somos pertencem a Ti, Senhor... nossa razão, nossa emoção, nosso físico, e não queremos depender de apenas um meio para compreender e aceitar teu chamado. Queremos viver integralmente tudo o que tens para nós!.

E deixo-te a recordação de Eclesiastes em que tudo tem o seu tempo, e de Proverbios 16, fazemos planos, Deus é quem os confirma...
Agora, é só esperar!
bj

Paula disse...

Olá amorzinho, dizes bem... as teorias são pontos de vista parciais muitas vezes... e é mto mau quando nos pomos com teorias humanas na vida espiritual, por mais certas que pareçam ser. Isso sim é extrapolar a Bíblia... Obrigada pelo teu amor e carinho na minha vida. Amo-te mto, mto. Que Deus continue a ter-te na palma da Sua mão... e te encha da plenitude dos seus bens e da sua graça.

Flávia, faço das tuas palavras tb as minhas... pq tb desejo que tudo o que tenho e sou seja do PAI e não quero depender de apenas uma parte de mim para compreender e aceitar o seu chamado e o seu amor... Já deves ter percebido onde eu fui "roubar" a foto do artigo... hihihi... foi realmente um momento usado pelo Pai.
Deus te e vos abençoe, individualmente e em comunidade.

Andrea disse...

Olá um beijinho a todos.

Mana, gostei das palavras aqui escritas.

Para mim o constrangimento é um privilégio. Só o sente quem de facto está bem unido a Jesus.

Deixo só a minha vivência de constrangimento e paz:
para mim:

- estão directamente ligadas apesar de aos olhos humanos parecer uma contradição;

- vivo-as com a mesma intensidade e ao mesmo tempo, e este simultâneo é um privilégio tremendo que Jesus nos dá, é mesmo um privilégio, que o Senhor me constranja cada dia mais;

- estas duas, retiram os tampões dos nossos ouvidos abrindo-os para a voz clara de Deus e consequentemente o conhecimento da Sua vontade;

O Espírito constrange para darmos o Seu fruto.

Quanto às teorias digo somente.... Que O Senhor faça a Sua própria teoria na vida da Andrea.
"Meu Deus tens sido Tudo para mim".

Beijocas mana e que o Senhor cumpra totalmente o objectivo desse constrangimento. Bem aventurada sejas por experimentares o que vem do Alto.
Abraço forte.

Paula disse...

Olá maninha, obrigada pelas palavras... vêm de experiência pessoal,logo são mto valiosas...
Concordo com elas. Tb têm sido a minha vivência...

Um abraço forte!

Raquel disse...

Sentir constragimento, perturbação perante determinadas situações interiores e exteriores é um sinal de que estamos vivos espiritualmente! Eu também quero seguir no comboio, no trem das boas novas lá do Céu!
Dta

Grace disse...

Muita paz a ti querida!
Pois é como eu estava me sentindo a semana passada. Meu filho foi agraciado com uma benção maravilhosa. Ele vai fazer 21 anos dia 20 de julho, está fazendo faculdade de Administração de Empresas e até ontem, nunca tinha trabalhado. Ele é um levita na casa do Senhor. É uma benção pura.
Há uns meses atrás, ele postou um currículo pela Internet para um Banco.
Uma bela segunda-feira logo cedo ligam desse Banco para ele comparecer lá para fazer uma entrevista. Moramos numa cidade pequena do interior e chamaram-no para uma outra cidade (distante uns 25 Km.). Ele foi e concorreu com mais um rapaz. Depois fez mais uma entrevista com o gerente do RH.
Aí pediram para esperar pelo resultado que sairia daí uns dias.
Ele é super sossegado, e eu super preocupada...Sempre orando e esperando no Senhor.
Até que veio a maravilhosa resposta que ele havia sido escolhido.
Foi uma alegria. Mandaram todos os documentos para ele preencher, enviar e tudo o mais. Estava tudo previsto para ele iniciar no dia 01.06. Aí não sei o que aconteceu lá na central do Banco, que não deu para ele começar no dia previsto. E não tinham uma explicação plausível para o fato.
Eu já fiquei nervosa, para mim não tinha nada bom. Tinha vontade de ligar lá no Banco e perguntar o que estava acontecendo, mas meu filho não permitia. Ele só me dizia: Mãe, se for de Deus, vai dar certo. Mas no meu interior eu achava que tinha algo errado acontecendo a nível espiritual, algum impedimento, sei lá. Foi quando você me disse para levar a Deus todos os meus sentimentos. E foi o que eu fiz. Ontem eu me derramei aos pés do Senhor, senti muito a presença d'Ele e foi maravilhoso! Louvei muito, orei muito, teve uma pregação lindíssima (estamos na campanha de Neemias), saí renovada da igreja.
Ao fechar a janela na hora de dormi, olhei bem para o céu, estava uma lua cheia linda, e disse ao Senhor: Deus me perdoe pela minha ansiedade. Vou deitar, descansar no Senhor, porqeu eu sei que amanhã bem cedo o Senhor virá com resposta.
E dormi o sono dos justos.
Logo cedo o telefone tocou e era o gerente do Banco dizendo para o meu filho já ir, porque tinha acabado de receber um e-mail da central, dizendo que o início seria hoje.
Glória a Deus!!!!!Aleluia!!!
Eu não sabia o que fazer de tanta alegria!
Como a gente não conhece bem mesmo o Pai que nós temos. Ele é muito bom, bom demais. Incrível como ele nos conhece.
Estou muito feliz!
Estou compartilhando com você, porque já te considero uma amiga muito querida e especial, que tem me ajudado muito na caminhada.
Que Deus te abençoes muito. Que o Papá (viu?)te dê aquilo que você mais sonha.
Beijos, beijos, beijos.
.

Paula disse...

Olá Grace, fiquei muito feliz com as tuas palavras...
O teu testemunho foi luz para mim...
Gostava de te dizer que Deus tem muito mais para te dar, a ti e à tua família... isto que contas só prova (ainda que não tivesse de ser provado desta forma) que Deus está olhando por vocês... ainda que não pareça, Ele está... nunca duvidem disso...
Fico contente por me considerares uma amiga já... obrigada pelo amor... acredita que não tenho sido eu que te tenho ajudado: tem sido o Pai, porque eu própria estou muito necessitada do Seu agir no meu interior, do Seu amor, de ter mais dele.

Só mostra que TUDO, TUDO, TUDO o que existe de bom vem de Deus e não de nós.

Um beijinho com amizade! Deus te guarde!

Voice_Of_The_Opressed disse...

Deus perturba-me imenso, especialmente pq só vejo trevas e Ele não me responde...

Paula disse...

Olá voice of the opressed, eu não tenho resposta para te dar, sinceramente, mas apenas te digo que Deus promete que aquele que o procura de todo o coração, ou seja, sinceramente, O encontrará! Não sei que mais te diga, apenas que essa tem sido a minha experiência. Um beijinho grande!