Saudades de casa...

Só tem saudades de casa quem está longe...

Nós, filhos do AMADO Jesus, não estamos em casa. A partir do momento em que nascemos de novo, deixámos de pertencer a este mundo... Todo o nosso ser anseia pela nossa casa que está noutra dimensão...

Eu já não consigo viver com os meus olhos apenas focados neste mundo, pois eu não pertenço a este mundo. Eu passei a pertencer a uma realidade espiritual, e é nela que eu desejo habitar, me mover, estar permanentemente em contacto, pois só lá eu me sinto em casa...

Porque vivemos como se estivéssemos em casa? Iria eu pendurar quadros num autocarro, por exemplo? Não, porque não é a minha casa... Iria eu decorar um autocarro? Não, porque lá não é a minha casa, e por mais que o tente fazer parecer confortável, não é a mesma coisa...

É assim que eu me sinto neste mundo! Tudo farei para voltar para casa, e levar comigo uma multidão!

É por isso que Jesus coloca nos Seus filhos um sentimento de anseio, de desejo de estar em Sua presença, porque nesses momentos nós podemos vislumbrar a nossa pátria, recebemos uma frechas de luz, que já nos parecem tão grandes e impactantes, mas que nada são comparadas com a luz que iremos ver, tão necessárias para podermos continuara a viver numa casa que não é a nossa...

Já entendi o meu sentimento de saudades... saudades de casa... da minha verdadeira casa... E essas saudades só passarão quando eu já não estiver neste mundo.

Entretanto, as seguintes palavras de Jesus são para mim:

"Deixa aqueles que não têm a vida eterna preocuparem-se com coisas assim. O teu dever é vir e pregar a vinda do Reino de Deus ao mundo todo." Lucas 9:60

Então, mundo, aqui estou eu!

Eis-me aqui, Senhor, de braços abertos para Ti! Tu és o meu Pai e contigo eu quero habitar........... para sempre!

10 comentários:

Pdivulg disse...

Que bela maneira positiva de esperar pela vida eterna! Saudades da casa...

Vilma disse...

Bela descrição, Paulinha! É isso mesmo o que penso e sinto também! Aqui não é o meu lugar e nem o teu nem de ninguém que anseia estar no lar do Pai...mas enquanto aqui estamos devemos fazer por contar!

HuperNikon disse...

Quero a minha casa!

Carlos Barros disse...

a vida essa existe..está aqui a casda momenmto que passa a outra...lá chegaremos se acreditarmos nisso, por ora... ai ando eu a vaguear os meus pensamentos.
beijo

Nova Evangelização disse...

Paula, é mesmo como dizes, embora a maioria das pessoas, infelizmente, pense ou aja como se este mundo fosse a principal ou única casa.
A nossa casa genuína é a Eternidade, a casa do Pai, Criador e Senhor de todas as coisas, que se dignou fazer-nos, a nós humanos, como obra-prima que somos, à Sua imagem e semelhança.
Ah, se todos, ou a maioria, pensassem assim e agissem em conformidade, como seríamos bem mais felizes!
Mas não é assim, e todos nós somos culpados de tal situação calamitosa, pois fazemos, quer queiramos ou não, parte do mesmo Corpo Místico de Cristo (ou de Deus).
Mas não desanimemos, jamais, pois cada qual apenas deve fazer aquilo que está ao seu alcance, segundo os talentos recebidos, e a mais não é obrigado.
Mas ai de quem desperdiça, conscientemente, os dons que Deus lhe confiou!
Todavia, não julguemos (mal) ninguém , pois nessa mesma medida Deus nos julgará.
Rezemos, sim, por todos, sem excepção, sobretudo pelos mais necessitados ou em maior perigo de eterna condenação, dando sempre o bom exemplo, e Deus fará o resto.
Saudações cristãs.
JM

Al disse...

Olá Paula,
Acho muito positivo que saibas para onde vais, e que penses na meta que tens, mas não te esqueças de contemplar o caminho.
E esse é aqui e agora.
Um beijo
*
Obrigado pela visita que me fizeste.
Coincidência, eu tb vivo em Faro.
Continua a aparecer, gosto muito de te evr por lá.

Aninha disse...

Mana estes ultimos dois dias tenho estado sempre com duas palavras na cabeça: "Mad World". E tenho-as na minha mente por duas razoes... pq olho para este mundo e vejo-o sujo, cheio de maldade, violençia... e pq olho para mim e sinto-me egoista! Egoista pq sou tão cega ao ponto de só olhar para mim e esqueçer de todos aqueles que estão à mha volta... e que precisam tanto do seu lugarzinho perto do Pai como eu! Ao ouvir uma musica que tem como titulo estas duas palavras e ao ler este teu texto, fiquei com uma ideia que apesar de ja me ter passado pela cabeça eu nunca lhe dei mta importançia... Eu sou deste mundo mas nao lhe pertenço... e ter "saudades de casa" foi algo que eu nunca dei muita atençao! Fico contente por ter alguem como tu assim na minha vida para me ir lembrando de todas estas coisas tao essencias e que me confortam sempre que preciso... Beijinho

Margarida Atheling disse...

Uma boa reflexão!

Beijinhos!

Paula disse...

Olá a todos, obrigada pela vossa visita!

Aninha, tu estás no caminho certo... és perfeccionista, como alguém q eu conheço ;), mas tu estás mesmo a caminho... Basta olhar para ti, basta falar um pouquinho contigo para ver que a Ana de hoje não é a mesma Ana de, por ex., há 3 meses atrás...
Ele está a aperfeiçoar-te e à medida que fores caminhando, o sentimento de não conseguires ficar calada, o sentimento de não pertenceres mesmo a este mundo vai aumentar! Vais ver, é um processo que já está a acontecer em ti... Quando a tua contemplação d'Ele for maior, é a Sua presença que tu mais irás desejar nesta vida! E é isso que te dá saudades da tua verdadeira casa... é isso que tira todo o egoísmo que possas sentir e faz com que queiras contribuir ao máximo para que mais e mais e mais pessoas te possam acompanhar! Aliás, tu foste eleita para algo muito específico! ;)
Um beijinho carinhoso!

Ego Ipse disse...

Até Cristo nos quer na sua/nossa casa celestial: (João 17:24) - Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo.

Arquivo