Apatia vs Abundância

Muitas vezes sinto que há a tendência de nos acomodarmos à situação em que vivemos, porque a Bíblia diz que nos últimos tempos haverá muito pouca fé, as pessoas não quererão saber de Deus, etc.

E se é assim, para quê fazermos alguma coisa? Nada vai mudar....

Eu só sei que na minha Bíblia também encontro uma profecia para os últimos dias:

"Depois de ter derramado chuvas novamente, derramarei o meu Espírito sobre vocês todos! Os vossos filhos e filhas profetizarão; os vossos velhos terão sonhos reveladores e os vossos jovens visões. Derramarei o meu Espírito mesmo sobre os que são escravos, tanto homens como mulheres." Joel 2:28,29

Mas, como me disse uma irmã um dia destes, esta passagem é simbólica... Bolas, mas então a Bíblia é toda simbólica? Então não é de fiar....

NÃO, NÃO E NÃO! A Bíblia não é simbólica! A Bíblia é a VERDADE! E a verdade é a verdade! Vamos nós inventar agora interpretações?

7 comentários:

Rita disse...

Iventar interpretações, talvez não, mas reinventar a forma de se viver,sim!
Beijinhos

Paulo Camargo disse...

Inventar não, mas sim ter a revelação para interpretar as Escrituras. Essa profecia de Joel 2:28-29 se cumpre no Pentecostes (Atos 2:14-21). Isso quer dizer que os últimos dias começaram em Pentencostes com o derramar do Espírito, e esse derramar não foi restrito aos discípulos. Se hoje não houvesse o derramar do Espírito Santo o que seria de nós? Nada podemos fazer sem ele. Nem entender as escrituras consegueríamos se não nos for revelado pelo Espírito, é ele que nos convence do pecado.
Será o Espírito Santo simbólico??? Absurdo... estaríamos negando as Escrituras. Só o Espírito Santo pôde transformar Pedro de um convarde em um pregador ousado, e isso acontece hoje em dia. Precisamos nos encher do Espírito e conhecer as Escrituras, assim viveremos uma vida exemplar e ninguém poderá nos acusar (2 Pedro 2:12). :)

jctp disse...

Vamos devagar. O simbolismo é, se quiseres, uma camada da realidade que tende a ser mais real do que o real. É portanto, se quiseres, o lugar da verdade, ou da transfiguração/revelação da verdade. Mas é sempre uma verdade mais verdadeira do que aquilo que tomamos por verdade, um pouco como Deus está sempre para além de Deus. Nesse sentido, o simbólico é a única forma que temos de ir além daquilo que temos. Creio, mas é apenas a minha opinião (e portanto pouco vale) que existe um erro, ou um equívoco, em ambas as formas que aí apresentas (a da tua irmã e a tua) de se relacionarem com o simbólico. Tanto a tua irmã como tu parecem entender o simbólico como se ele fosse "uma brincadeira de crianças", palavras bonitas que não são para levar a sério. Ora, o simbólico é o mais das vezes a única forma que temos de tocar o essencial, a verdade, Deus, o que lhe queiras chamar. A única forma de dizer o indizível e de não nos ficarmos pela VERDADE, enquanto afirmação quase dogmática e cega, e portanto vazia. Sei que não é o teu caso, mas essa visão da VERDADE, além de empobrecedora, na minha opinião, pode gerar fanatismos, eles próprios fundados na ignorância e no desconhecimento. Insisto, sei que não é o teu caso e até me reconheço na crítica que me parece estar subjacente ao teu post, e que afinal é uma crítica, parece-me, a quem não leva o simbolismo suficientemente a sério. Talvez estejamos mais de acordo do que em desacordo, embora também não haja mal nenhum em estar em desacordo.

Termino dizendo que a Bíblia seria menos verdadeira se fosse menos simbólica, mas admito que o simbolismo seja usado muitas vezes como uma desculpa por quem o não leva a sério.

E acho melhor não assinar Woland (um dos muitos nomes atribuídos ao Diabo) senão ainda desqualificam aquilo que escrevi com base em tal pretexto. :)

E por causa de ti (que digo eu!), graças a ti, deixei arrefecer o café. :)

Paula disse...

Obrigada pelos vossos comentários:

Rita, na minha opinião penso que não é necessário reinventar a forma de viver, temos é de voltar às origens, viver as coisas como a Bíblia apresenta... o mal é que mtos hoje em dia não vivem, logo a imagem que se passa não é mto boa...

Paulo, gostei muito do que escreveste. Sim, PEdro falou nessa profecia no dia de Pentecostes. E como o Pentecostes está acessível a todo o filho de Deus, todas as coisas profetizadas em Joel se cumprem nos nossos dias. Temos uma boa arma/recurso divino contra a apatia que se vive.

Jctp (ou woland - não sabia que era um dos muitos nomes atribuídos ao diabo): achei muito interessante tudo o que escreveste. Aquilo que eu quis dizer quando referi simbolismo, é no sentido em que as pessoas acabam por duvidar de algumas coisas da Bíblia porque as vêm apenas como uma história, que passou e já não se repete ou então que algo é simbólico, no sentido em que não é bem assim como está escrito.

Por exemplo, quando Jesus diz que:

"Quem crer servir-se-á da minha autoridade para expulsar demónios, e falará novas línguas. POderá até pegar em cobras, e se beber alguma coisa venenosa não lhe fará mal, e poderá por as mãos sobre os doentes e curá-los." Marcos 16:17,18

Há quem diga que não é bem assim, que foi só para os discípulos, que já passou. Expulsar demónios? Falar línguas? Nahhh elas já cessaram! Impôr as mãos sobre os doentes e curá-los? Não é bem assim...

E muitos olham para a Bíblia assim, simbolicamente, historicamente...

É isso que eu critico pq eu a interpreto à letra. Se Jesus falou, assim é!

Caros Amigos disse...

Caríssima Rita:

Boa tarde! Creio que nem tudo na Bíblia se deve tomar à letra. Se não, nós mulheres estávamos mal. Dou só um exemplo e para isso sigo a tradução interconfessional portuguesa:
«Durante a instrução, as mulheres devem ficar em silêncio e ouvir com humildade. Não lhes permito que ensinem e dêem ordens aos homens, mas devem ficar em silêncio.» 1 Timóteo, 2, 11 e 12
Estás de acordo com isto?!
Tomas esse e muitos outros textos à letra?
Quanto a esse outro texto de Joel que citas, ele refere-se, sem dúvida, aos novos tempos, em que o Espírito nos foi dado para fazermos alguma coisa pela salvação do mundo.
E é simbólico, concerteza. Como está dito noutros comentários, ser simbólico não quer dizer não real. Significa que procura dar-nos uma imagem do que sucederá nesse tempo de que fala o Profeta.
Devemos ler a Bíblia, tendo em conta o contexto em que foi escrita e o que o autor quis dizer. Penso que concordas comigo. No tempo de S. Paulo, ele podia falar assim das mulheres e para as mulheres. Mas hoje ninguém aceita isso.
Será, por isso, menos digno de atenção o que ele nos transmite da Palavra de Deus? Ele próprio às vezes diz que determinado mandato é dele, outras refere que é de Deus. Quer dizer, ele, Paulo, é um transmissor. Como o foram todos os outros. Mesmo os evangelistas!
E temos que ter isso em conta.

Beijos desta irmã no Senhor. Ele sim é a Verdade!
Sandra

Paula disse...

Olá sandra.
Obrigada pelo teu interessante comentário... Sim,eu concordo contigo, a Bíblia tem de ser interpretada tendo em conta o contexto. Quando eu falo que a levo à letra é no sentido em que eu não aceito afirmações como "ah isso foi naquela altura, hoje já não é assim" relativamente a coisas que eu creio que continuam a acontecer nos nossos dias. Deus não muda, é o mesmo, em poder, em personalidade, em tudo. É nesse sentido!

Beijinhos e volta sempre!

Anónimo disse...

This is very interesting site... anti virus dvd player Street car shoes charleston southern soccer Didrexc.o.d shipping Manufacturer adipex Hepa canister vacuum cleaners Sauna+kit http://www.1997-ford-motors-4-2-liter-for-sale.info Tcp printer share win xp antivirus software Paris hilton animations Pilates reforming 34catholic church and clomid porn

Arquivo